Câncer de Bexiga

Doença

O câncer de bexiga, ou carcinoma urotelial, começa nas células que revestem a bexiga. Elas começam a sofrer mutações que fazem com que cresçam de forma descontrolada, formando o tumor.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer, são diagnosticados quase 10 mil novos casos a cada ano, sendo que a maioria dos pacientes são homens.

Há três tipos de câncer de bexiga. São eles:

Carcinomas de células de transição representam a maioria dos casos. Começam nas células do tecido mais interno de bexiga

Carcinomas de células escamosas comprometem as células delgadas e planas que podem surgir na bexiga após um longo período de irritação ou infecção

Adernocarcinomas têm início nas células glandulares (de secreção) que podem se formar na bexiga após um período prolongado de irritação ou inflamação.

Os estágios do câncer de bexiga são:

Estágio 0 e TIS: tumores não invasivos localizados apenas no revestimento da bexiga

Estágio I : o tumor atravessa o revestimento da bexiga, mas não atinge a camada muscular da bexiga

Estágio II – o tumor atinge a camada muscular da bexiga

Estágio III – o tumor ultrapassa a camada muscular da bexiga e chega aos tecidos ao redor desse órgão

Estágio IV – o tumor se espalha para os linfonodos vizinhos ou outros órgãos, causando metástase

 

Fatores de risco

As causas do câncer de bexiga não estão claras. No entanto, a doença tem sido associada a tabagismo, infecções parasitárias, radiação e exposição a substâncias químicas.

Histórico pessoal ou histórico familiar de câncer de bexiga aumentam o risco de desenvolvimento da doença.

Homens

Tabagismo

Idade avançada – a probabilidade de desenvolver o câncer de bexiga aumenta a partir dos 40 anos

Pessoas brancas têm risco maior de desenvolver a doença

Exposição a produtos químicos que incluem componentes como arsênico e a produtos químicos usados na fabricação de tintas e demais itens de pintura, borracha, couro e têxteis

O tratamento para outros tipos de câncer, principalmente quando são usados medicamentos e radioterapia, aumenta o risco de câncer na bexiga

Casos de infecções crônicas no trato urinário, com prevalência na bexiga e inflamações como cistites podem aumentar o risco de câncer de bexiga de células escamosas

 

Sintomas

Sangue na urina

Incontinência urinária

Dor ao urinar

Dor nas costas

Dor pélvica

Fadiga

Perda de peso.

Prevenção

Não fumar

Seguir as instruções de uso e segurança para evitar a exposição a produtos químicos

Beber líquidos, especialmente água, para diluir as substâncias tóxicas da urina.

 

Prevenção

Não fumar

Seguir as instruções de uso e segurança para evitar a exposição a produtos químicos

Beber líquidos, especialmente água, para diluir as substâncias tóxicas da urina.

Submit a Comment

Your email address will not be published.

Skills

Posted on

08/06/2017

Pin It on Pinterest